Posts Tagged“viagem”

E eu falei que os posts de Fortaleza iriam continuar né? Hoje, vim dar uma super dica para vocês, no nosso último dia pela capital cearense fomos no complexo de lazer Crocobeach, eu já conhecia e fui diversas vezes, seja com familiares, amigos e etc.. É uma mega dica para ir com a familia toda.

Tem uma programação variada e a maior e melhor infraestrutura da Praia do Futuro. Sem falar que tem vários eventos lá, shows de humor, bandas de música e muito mais. Para quem visita ou mora em Fortaleza, o  complexo é uma referência de ambiente agradável, diversão e boa comida. A infraestrutura de bar e piscinas é maravilhoosa, sério mesmo! Enooorme. E que proporciona diversão com segurança para toda a família.

O complexo é bem completo mesmo, tem a parte de a la carte, tem buffet serv-service, tem taaanta coisa.. Só vocês indo para conhecer mesmo. Sem falar na estrutura, onde você tem a opção de ficar na praia, a beira da piscina, no lounge, perto do parque aquático e por ai vai.. escolhe sua melhor opção.

No meu caso, escolhi ficar no lounge, onde tem um atendimento diferenciado, piscina privativa. Para quem escolhe essa opção, tem que comprar a pulseira que custa 40 reais.

Essa foto foi tirada no lounge:

Processed with VSCO with a6 preset

Para quem ama caranga, gente.. pirei, uma delicia e super recheado:

Processed with VSCO with a6 preset

E morri quando passou um rapaz vendendo ostra, sério.. você come e paga junto com sua conta, mais um diferencial da Crocobeach.

Processed with VSCO with a6 preset

Aproveitar para agradecer a todos da Crocobeach, em especial, Sandrinha.. que nos mostrou tudo do complexo, e ficou do nosso ladinho, sempre solicita para nos ajudar. Amei demais o atendimento, tudo! TOP.

Av. Clóvis Arrais Maia, 3125
Praia do Futuro
CEP 60182-026 | Fortaleza, Brasil

+55 85 3521.9600

No terceiro dia de #DFB fomos até o restaurante e churrascaria Picanha do Jonas. O local é super fácil de achar e tem uma variedade muito boa de churrasco, sem falar no seu espaço físico que conta com playground, ambiente aberto, ambiente climatizado, primeiro andar e térreo.

O ambiente é bastante familiar e tranquilo. De entrada pedimos linguiça tradicional, pão de alho e linguiça apimentada. Também pedi uma capifruta de morango, da própria fruta e tá super aprovada:

De prato principal, pedimos a maminha e gente.. uma delicia viu?

Então é isso gente, um ambiente bem legal, comida deliciosa e precinho maravilhoso. Tenho certeza que vocês vão amar.

Picanha do Jonas

Aldeota

Rua Tibúrcio Cavalcante, 1876 – Aldeota, Fortaleza – Ceará, Brasil

Telefones: (85) 34917883 – 3491.7892

Conheço muita coisa nesse Brasil, principalmente as cidades mais cobiçadas e mais turisticas, mas não conheço Foz do Iguaçu, pode isso BRASIIIILL? E como tudo chega sua hora e seu dia especial, to de malas prontas para levar um grupo para esse lugar lindo e incriiiivel e você também pode ir comigo e com todos.

Eu sei que motivos não faltam para querer conhecer, mas não custa nada eu listar os motivos que estão me levando a cantar felicidade por ir conhecer um lugar tão lindo. 

Foz do Iguaçu é um destino que foge do rótulo de caro, isso meeeesmo, Foz não é um destino caro. Teve suas cataratas descobertas por Santos Dummont, que ao ser convidado para um jantar na casa de um fazendeiro local, foi apresentado a essas maravilhas, que hoje compõe o Parque Nacional do Iguaçu.

E agora vamos listar algumas das maravilhas de Foz:

Cataratas do Iguaçu: Só por esse motivo qualquer viagem para Foz do Iguaçu valeria a pena. O lado brasileiro que é o visitado no Parque Nacional constitui uma riquíssima biodiversidade, com diversas espécies de fauna e flora. Além da bela vista proporcionada pelas cataratas, da biodiversidade a vista no parque, há tempo ainda para os esportes radicais.

Parque das Aves: Em 16,5 hectares de Mata Atlântica um casal estrangeiro fundou o Parque das Aves a partir da paixão de ambos por aves. Hoje, são 1.020 aves, abrangendo cerca de 150 espécies diferentes.

 

 Usina de Itaipu: Drenar o nono maior rio do mundo, e fazer uma das maiores usinas hidrelétricas do planetas realmente foi um plano ousado, e para que você possa conhecer tudo isso, há dentro do complexo da Usina de Itaipu um roteiro de passeios, não só apresentando a área drenada, o rio, a usina, mas sim tudo que é produzido lá, pois é um dos grandes centros de avanço sustentável de nosso país.

Compras no Paraguai: Durante anos o Paraguai foi grande centro de compra e distribuição de produtos contrabandeados ou falsificados oriundos da China que se comprava para revender no Brasil. Hoje, não mais, Ciudad Del Este tem boas e confiáveis opções de compra, que por conta do dólar caro acaba não sendo uma boa vantagem.

Puerto Iguazu: Foz fica na tríplice fronteira (fronteira entre Brasil, Paraguai, e Argentina) já falamos sobre os dois primeiros países, agora vamos dar motivos para você também visitar Puerto Iguazu. Primeiro motivo é um erro de 10km de distância entre as duanas brasileiras e argentinas, isso faz com que surja nesse gap de 10km um free shop. Sim, um free shop, duty free, como preferir. Segundo motivo, o lado Argentino das Cataratas, dizem que a visão deste lado é mais panorâmica que a do lado brasileiro. Se você gosta de uma jogatina, um cassino, o terceiro motivo é feito pra você, e são os cassinos legalizados na argentina, e proibidos no Brasil, portanto, lá não é crime, e você pode ganhar ou perder um dinheiro na roleta, ou no poker. Outro motivos são os outlets e bares com muita quilmes, vinhos e queijos argentinos para você levar pra casa.

Enfim gente, posso passar o dia falando nos motivos, listei somente aqueles que todo mundo QUER IR. E nós vamos sim, haha.

Nosso hotel é o Manacá, com excelente localização, perto de bares e restaurantes, supermercados, caixa eletrônico e etc.. Andando um pouco você chega na avenida Brasil (principal avenida de comércio de Foz).

E agora o melhor, o preço e a facilidade de pagamento em até 10x.

As novidades dessa viagem não fica por aqui não, tem muuuita coisa ainda para ser lançada, então vá logo adquirir sua vaga na Vírus Viagens.

84 3422-2580

OIEEEEEEEEEEE meus amores!

 

Que saudades que eu estava. Precisei me ausentar do blog por uns tempos e de lá para cá.. muitas coisas mudando, para melhor, lógico. Estava ansiosa para voltar para meu cantinho, nosso lugarzinho né? Nosso blog! E que felicidade que to sentindo, agora vamos ter um cronograma de posts e muitas novidades também que vai sair daqui pro final do ano. Fiquem acompanhando para não perder, haha.

Tava em dúvida em qual seria o post da volta do blog, e nada melhor que falar com vocês sobre minha viagem para Gramado com a agência mais top de todas: Vírus Viagens.

Quem me acompanha nas redes sociais sabe que fui a Gramado com a Vírus dia 8 de Setembro e aqui vou falar sobre tudo e da super dicas para vocês.

img_1901

A primeira dica: Procure a vírus viagens para montar seu pacote, além de eles terem experiencia, eles irão oferecer os melhores hotéis, melhores receptivos e melhores preços do mercado. GARANTO! Sem falar que vocês só vão se preocupar em arrumar as malas, tudo é com eles.

Antes de qualquer coisa, vou falar um pouco do nosso hotel: Laghetto Viale. Super bem localizado, lindo, atendimento SUPER VIP, todo mundo super simpático, te recebendo de braços abertos, resolvendo tudo.. preparando tudo e ainda tinha presentinho em cima da cama haha. Perto do hotel tinha restaurante, lojinhas, dava para ir para Rua Coberta a pé.. ou seja, melhor não há.

laghetto-viale laghetto-viale1

Então vamos lá, falar sobre a viagem em si.

Chegamos em Porto Alegre dia 8, por volta das 11 da manhã, por ai.. O receptivo da BROCKER já estava nos esperando, com um guia maravilhoso: DUDA. E gente, muito amor por eles, assistência top, não deixaram faltar nada. Duda passava todas as informações turísticas, dava as melhores dicas e super alto astral, fez toda diferença na nossa viagem. O receptivo da BROCKER foi contrato pela Vírus Viagens. 

Meu look para viajar, e a Vírus cuida de tudo, até protetor de mala eles deram.

virus

Nossa gerente, Anamélia com nosso GUIA Duda da Brocker:

virus3

Quando chegamos lá tivemos o dia livre, para descansar ou passear, já que pegamos um voo na madrugada e foi bem cansativo. Descansei um pouco e aproveitei para pesquisar um restaurante bom para jantar e tomar um bom vinho. Muita gente me indicou o MALBEC, melhor parrila de Gramado, inclusive. Indico demais. O ambiente é lindo, a comida é de comer rezando.

img_1917 img_1929 img_1934 img_1935

img_1940

No segundo dia, a Vírus com a Brocker tinha feito uma programação bem legal e a gente foi sim. Começamos na vinícola Miolo, passamos pela fabrica de tramottina e terminamos com o passeio do Maria Fumaça:

img_1969 img_1975 img_1977 img_2030

virus1 virus2

E mais:

img_2100 img_2101 img_2104 img_2136

img_2187 img_2192 img_2251 img_2252 img_2278

Conhecemos muita coisa legal e turística em Gramado, foi uma viagem que super valeu a pena e com a turma de vírus foi muito melhor.

Monte sua viagem com a Vírus Viagens e conheça as vantagens:

84 3422-0520.

Beijos.

Oi meus amores,

Gente, como estamos na época do São João e, como todos sabem, o SJ de Campina Grande é um dos maiores do Brasil. E ano passado tive o imenso prazer de conhecer. Como já estou vendo que muita gente vai esse ano, resolvi fazer um repet do meu post do ano passado contando um pouco do SJ de lá. Antes de mais nada, Campina Grande é realmente é tudo que dizem MESMO. 

Como sei que tem muita gente que planeja ir próximo ano e quer saber como acontece e etc.. Vou falar um pouco de como foi. Chegamos a Campina Grande na Sexta, umas 17horas da tarde, o show do dia era Jorge&Matheus e ia acontecer no Spazzio, marcado para as 22horas. Como chegamos cedo, a gente quis ir para o Bar do Cuscuz (um dos points mais famosos de Campina Grande durante o SJ), porém.. chegamos cedo mas não o suficiente para conseguir entrar no BC. Além de lotado, o ingresso estava 180 reais e a fila gigante, e nosso medo era enfrentar a fila e não conseguir entar.. Como a festa era de 22horas a gente ainda tinha que fazer check in no hotel, banho, make, produção.. enfim, desistimos de entrar no Bar do Cuscuz. Jantamos pertinho do BC, em frente ao Açude Velho e depois partimos para fazer check in no hotel, se arrumar e etc..

Meu look para viajar:

IMG_2286

IMG_2293

Óculos: Tom Ford

Blusa: Sacada

Short: Lança Perfume

Colete: Lança Perfume

Sandália: Schutz

Bolsa: Prada

O local da foto foi em frente ao Açude Velho.

Primeira festa:

A festa de sexta, foi no Spazzio, como falei. Diferente dos outros locais, no Spazzio teve camarote e a estrutura era BEM MELHOR do que a do Villa Forró. Alguns cuidados básicos: teve lei seca na saída da festa, blitz forte mesmo. O local é meio que na BR, então.. federal cai em cima mesmo. Em relação aos looks: eu vi de tudo, bota, rasteira, sapatinho.. calça, short e até saia longa (over demais). O ambiente é super agradável e o clima de campina não permite sentir calor (amém por isso). Infelizmente esqueci de fotografar o look, sorry gente. 

11084692_964062500284219_364362229_n

Minha make para o show:

IMG_2305

Com as girls, minhas cias na trip:

IMG_2313

IMG_2322

Valores da festa: Comprei o camarote, antecipado por 140. Na hora estava por 220.

Endereço do Spazzio: Av. Senador Argemiro de Figueiredo, 681 – Catolé, Campina Grande – PB.

Segundo dia:

No segundo dia de SJ acordamos cedo para tentar ir ao Bar do Cuscuz, mas MEU DEUS, que coisa mais dificil. Chegamos de 13:30 e já não tinha mesa e a fila já estava aquela coisa toda, gigante. Sem falar que a festa estava marcada para as 14horas e queríamos chegar as 17hrs. (Mas indico chegas as 16:30). Mudamos a rota e desistimos do Bar do Cuscuz, recebemos uma dica de um amigo que mora lá e preferimos ir ao Boteco Bar, já que ainda iamos voltar para o hotel para se arrumar e depois ir a festa. Outra coisa que não indico fazer, quando a festa for na Villa do Forró (ou seja, começar mais cedo) saia do hotel já pronta, pois tem que chegar cedo mesmo na Villa. 

Fomos ao Boteco Bar, adoramos. Inclusive, tem um em Fortaleza, então eu já conhecia o cardápio e etc.. Tava tendo música pé de serra ao vivo, muito bom. O ambiente é agradável, comida deliciosa e a CAIPIFRUTA DE MORANGO, deli!

IMG_2343 IMG_2357

Sem falar que não é caro, super de boa.

Meu look para Botecar:

IMG_2355Macaquinho: Fio Jeitoso

Sandália: Schutz

IMG_2341

Depois do Boteco voltamos para o Hotel, se arrumar para festa. Mega atrasada, inclusive. A festa era de dia, quando fui já estava no fim da tarde e ia anoitecer, então usei preto mesmo e make meio pesadinha, sem problema nenhum.

IMG_2361 IMG_2367

To em uma paixão por coleiras, fiz até post lembram? Então usei minha coleira linda, presente da SD:

IMG_2372

O Villa do Forró é mais distante, um pouco fora da cidade e pega até uma estradinha de chão, mas super tranquilo o acesso. Eu não gostei muito do espaço da festa em si, o calçamento é ruim de andar de salto, tem escada, batentes, é apertado na frente do palco e etc.. Mas quando a turminha é boa, bingo.

11084786_958198454210606_1980403866_n

IMG_2382

A festa acabou cedo, por volta de meia noite. E depois disso fomos jantar em um restaurante Oriental maravilhoso, faço post depois.

Terceiro Dia:

Não caímos mais na “onda” de sair do hotel sem tá pronta para festa, saímos as 13:30 já prontas e fomos para um restaurante muito bom, post separado também. O Campina Grill, muito amor por ele. Ficamos até as 16horas e seguimos para Villa do Forró. Como chegamos mais cedo, foi super tranquilo a chegada, sem trânsito e pegamos lugar bom, então.. sem estresse nenhum.

11085062_1438226749807713_1882559306_n

IMG_2412

IMG_2422

IMG_2424 IMG_2447

Minha make, mais leve:

IMG_2475

Na Villa do Forró não tem camarote, a entrada é única para todos, mas é SUPER tranquilo em relação a segurança. Comprei o ingresso antecipado de 50 reais, cada dia, na hora chegou a 120.

Enfim gente, foi mais ou menos isso que aconteceu haha. Um resuminho mesmo, quero fazer alguns posts separados com dicas de looks, lugares para ir e etc..

Esse foi só um diário do que aconteceu por lá.

Fiquem de olho no blog para não perder nada.

Beijos.

Hey meus amores,

Pensa que esqueci dos posts de Buenos Aires? Jamais! Só estou mesclando com outros para não ficar muito cansativo ok? Hoje, vou falar do nosso terceiro dia na capital argentina. Como de costume, acordamos um pouco tarde, saímos do hotel já era mais de 11 da manhã e fomos direto para Recoleta. 

O Bairro traduz na íntegra os clichês que aproximam a capital portenha da Europa. Com construções no estilo belle époque, avenidas arborizadas e um conglomerado de lojas de grifes internacionais, acabou se transformando num dos bairros mais agradáveis para caminhar sem nenhuma obrigação turística.

IMG_7473

Paramos na pracinha em frente ao cemitério da Recoleta e dividimos o grupo aqui. Quem quis conhecer o cemitério, entrou e conheceu, quem não quis, ficou no café esperando o resto da turma. Aliás, nessa pracinha tem várias opções desses cafés. Eu fui para o cemitério e adorei o passeio, da primeira vez em Buenos Aires não tinha feito questão de andar muito por ele haha. Tava meio cansada, fiquei embromando, mas dessa vez olhei tumulo por tumulo e adorei viu? Super interessante e bem diferente dos daqui. O cemitério não paga para entrar. 

cemiterio recoleta cemiterio recoleta1

Depois seguimos a pé pela Recoleta em direção a Floralis generica. Que é aquela flor metálica que a gente ver taaanto nas fotos dos turistas sabe? haha. Para bem ser sincera é beem longinho tá? Mas a gente foi caminhando e conversando e chegou rapidinho.

IMG_7524

É uma escultura metálica situada na Plaza de las Naciones Unidas, entre a Avenida Figueroa Alcorta e Austria, no bairro RECOLETA. A grande flor feita em aço inoxidável com esqueleto de alumínio pesa dezoito toneladas e atinge 23 metros de altura.

Curiosidades: Uma das características da flor é um sistema elétrico que abre automaticamente e fecha as pétalas, dependendo da hora do dia. Durante a noite a flor fecha e emana de seu interior um brilho vermelho e abre-se pela manhã. Este mesmo mecanismo que abre a flor faz com que esta se feche na presença de ventos fortes. Ele abre todas as manhãs às 8h e termina ao POR DO SOL, em um horário que varia conforme a estação.

Sinceramente: Não dura 5 minutinhos para você ir, tirar a foto e sair haha.

De lá, fomos direto para o Jardim Japonês e quer saber? Sem graça total! Jamais indico ok? É bonitinho sim o lugar, mas bem pequeno e sem graça. Sem falar que paga 70 pesos para entrar. Jamais voltaria.

IMG_7519

Fiquei tão frustada que só tenho essa foto lá kkkk haha.

Depois de toda andança a pé, cansamos e resolvemos andar por Palermo. Pegamos um taxi e pedimos para o taxista ir para a esquina da Costa Rica com Malásia. O melhor point de Palermo. Muitos restaurantes legais, barzinhos e uma praça com feirinha ao redor. Escolhemos um lugar maravilhoso para almoçar.

O nome do restaurante é: MINGA!

minga

IMG_7525

IMG_7533

IMG_7529

IMG_7532

Depois andamos um pouco para conhecer a feirinha e parada obrigatória no Starbucks.

IMG_7546

Passamos o resto do dia andando e pegamos um taxi em direção ao Café Tortoni no fim do dia. Chegamos lá era umas 17hrs. Tinha fila, como sempre. Mas é rapidinho, pois o espaço é gigante. Para quem não sabe, o O Café Tortoni é um dos mais antigos da cidade. É o mais clássico de Buenos Aires.

O café mantém alguns de seus móveis e decoração original, se destaca o bar, a máquina de café, caixa registradora, e candeeiros de tecto.

No início do século XX, o Tortoni foi o local escolhido por muitos artistas, intelectuais, poetas e boêmios. Entre eles Alfonsina Storni, Quinquela, Luigi Pirandello, Xul Solar, Federico Garcia Lorca e Juan de Dios Filiberto.

A grande pedida: O churros com doce de leite! Sem dúvidas.

Antes de jantar, fomos ao Casino de Buenos Aires, por volta de 21horas da noite. E eu amei! O casino é flutuante gente. Fiquei apaixonada. É um mundo de jogos, muita gente chique lá dentro.

casino

Lá dentro o ambiente é escuro, sem janelas e relógios e fede a cigarro. Como na maioria dos casinos lá também é permitido fumar. Existe uma espécie de ‘all you can drink‘, onde você paga um valor X e pode beber a vontade. Cuidado para não beber demais e acabar gastando mais do que deve. hjaha

Não demoramos muito lá, só um da turma estava jogando, depois seguimos para um dos meus restaurantes preferidos de Buenos Aires.

O Asia de Cuba que fica em Puerto Madero. Além de resto ele também é baladinha. Ele tem pegadinha oriental, a decoração é daquelas perfeitinhas sabe? Com todo aquele toque budista, eu adoro haha. A comida é de comer rezando, os drinks são maravilhoso, mas tomei vinho. E a comida japonesa é perfeita, mas comi massa..

IMG_7567 IMG_7587

IMG_7566

Depois do jantar, as mesas são retiradas e o ambiente começa a ficar cheio e movimentado por todo tipo de gente, dos mais diferentes estilos de vida.

Se você preferir pular o jantar e ir direto para a balada, há um custo para entrada (em torno de 200 pesos argentinos com direito a uma bebida). O som varia de antigos hits a música latina, tocando música brasileira famosa do momento em algumas oportunidades.

Meu look: 

Blusa: Lança Perfume

Pantacourt: Jolie

Scarpin: Arezzo

Bolsa: Ellus

Gostaram? Qualquer dúvida deixe coments que eu respondo.

Beijos.

Vooooolteei!! Infelizmente, haha. Mas a gente sempre precisa voltar né? Não foi minha primeira vez em Buenos Aires e tenho certeza que não vai ser a última, jamais. Diferente das primeiras vezes na capital da Argentina, voltei mais apaixonada ainda por essa cidade. Sempre acreditei que precisamos repetir um destino mais de uma vez, pois é sempre melhor. Sempre tem algo que a gente aprende e conhece bem melhor quando repetimos. E repeti essa viagem maravilhosa, na companhia de 13 pessoas maravilhosas. Entre amigos MESMO e foi demais! Não mudaria nada, só passaria mais dias haha. Folgada mode on.

Resolvi dividir os posts da viagem por dia, pois tem MUITA coisa para postar aqui e para não ficar tão repetitivo o tema e assunto, vou postar por dia e englobar todos os assuntos okey? Caso tenha algo que vocês queiram ver e que eu não poste é só perguntar que faço o post. Amo falar sobre viagens, vocês sabem.

Vamos lá ao que interessa né? Chegamos em Buenos Aires dia 24/03 as 15:30 da tarde. Como toda viagem minha, eu sempre só contrato hotel e voo, o resto faço por conta própria. Então.. eu não tinha transfer, resolvemos cotar preço de taxi e de van no próprio aeroporto.

De Ezeiza para Galeria Pacifico (vizinho ao nosso hotel), dava em torno de 160 a 190 pesos por pessoa. Os táxis do aeroporto não queriam cobrar pelo taxímetro e sim pela quantidade de pessoa, pois estávamos com muitas malas e etc.

Conseguimos uma VAN para 14 pessoas por 1.400 pesos, ou seja, 100 pesos para cada. Não pensamos duas vezes, fechamos! Cabiam todas as malas e o pessoal super atenciosos. O guichê fica logo na saída do desembarque, do lado esquerdo. Nos deixou no Hotel e foi maravilhoso. Sem falar que no caminho o motorista nos deu várias dicas maravilhosas.

O Aeroporto de Ezeiza fica um pouco afastado da cidade, uns 40 minutinhos.

Chegamos, fizemos check in e fomos direto para a Galeria Pacífico.

“A Galerias Pacífico é um dos muitos shoppings de Buenos Aires. Mas engana-se quem pensa que é um shopping como os outros, pois não é. Sua arquitetura, seguindo o estilo arquitetônico Beaux-Arts, é seu grande diferencial. Sua fachada é imponente e belíssima, então é impossível não notá-la do lado de fora. O teto é uma atração à parte, devido a sua decoração. É um dos poucos shoppings onde encontramos a atração no teto. Você irá reparar que todos ficam olhando para cima da parte central, perto do chafariz. Ela está localizada em uma das mais famosas ruas da cidade, a Calle Florida.”

Algumas lojas: Abuela Goye, Adidas, Adolfo Dominguez, Airborn, Biotherm, Blackberry, Blaquè, Boating Shoes, Bobbi Brown, Chanel, Cheeky, Christian Lacroix, Claudia Larreta, Clinique, Como quieres que te quiera, Estée Lauder, Etiqueta Negra, Havanna, Home Collection, Hugo Boss, Ice – Watch, La Parfumerie, Lacoste, Lancôme, Levi’s, López Taibo, L’Occitane, Mac Pro, Metrópolis, Nike, Piedras Argentinas, Polo Ralph Lauren, Samsonite, Sony Style, Swarovski, Swatch, Timberland, Time Zone, Tommy Hilfiger, Tonel Privado e muito mais.

Há uma praça de alimentação no subsolo, onde você encontrará diversos restaurantes, mas praticamente todos não oferecem serviço de mesa. Você entra na fila, compra sua comida e procura um lugar. A tarde o local fica lotado e é difícil até encontrar mesas.

GaleriasPacificoBuenosAires1 GaleriasPacificoBuenosAires4 GaleriasPacificoBuenosAires11 GaleriasPacificoBuenosAires14 GaleriasPacificoBuenosAires23

Depois do passeio, descansamos um pouco e depois jantamos no La Cabrera. Recebi muitas indicações, mas não consegui reserva, tudo lotado. Arriscamos e conseguimos a mesa depois de 1hr de espera. São 3 La Cabrera na mesma região, o que facilita, pois você pode conseguir mesa em qualquer um dos três.

Considerada de forma quase unânime como uma das melhores churrascarias de Buenos Aires, funciona desde 2002. São três locais no bairro de Palermo, na rua que leva o mesmo nome.

la cabrera

O atendimento dos garçons é muito bom, um importantíssimo detalhe que junto com o alto padrão da cozinha, fazem toda a diferença. A ambientação é bem rustica, tipo como se fosse construído em mansões e etc..

Vale super a pena conhecer. Jantei o famoso Bife de Chorizo e tava maravilhoso. Tomei vinho e ainda teve sobremesa, sem falar nas entradinhas.. Paguei 380 pesos. Achei beem justo o preço.

IMG_7201

Processed with VSCO with c1 preset
Processed with VSCO with c1 preset

IMG_7215

  • La Cabrera Sur, Cabrera 5099, Palermo – Fone +5411-4831-0079
  • La Cabrera Norte, Cabrera 5127, Palermo – Fone +5411-4831-0325
  • La Cabrera Boutique, Cabrera 5065, Palermo – Fone +5411-4832-2259
  • La Cabrera Express, Serrano 698, Villa Crespo – Fone +5411-4855-3335

Abre para almoço e jantar, todos os dias.

E meu look para jantar no La Cabrera, misturei o tom forte do laranja com a parka militar.

Processed with VSCO with kk1 preset

Macacão: Botswana para Prisma Mossoró

Parka Militar: Marisa

Relógio: Michael Kors

Bolsa: Moschino.

Amanhã tem mais posts.

Beijos.

Se teve uma viagem que eu AMEI fazer e indico para tudo mundo ir é para o Oktoberfest em Blumenau. Eu nem sabia o quanto era PERFEITO até ir. Sem dúvidas, uma das melhores viagens que já fiz e olhe que já rodei um bucadinho viu?

Para quem não sabe nem o que eu estou falando, vou explicar rápidinho. A Oktoberfest de Blumenau, que em apenas uma década se tornou uma das festas mais populares do Brasil, foi inspirada na festa alemã, que teve origem em 1810 em Munique. A festa ganhou uma nova dimensão em 1840, quando chegou a Munique o primeiro trem transportando visitantes para o evento. Passaram a ser montadas barracas e promovidas várias atrações. Neste local apareceram também os primeiros fotógrafos alemães, que ali encontraram um excelente ambiente para fazerem suas exposições. A cerveja, proibida desde os primeiros anos, só começaria a ser servida em 1918. Logo depois, os caricaturistas já retratavam a luta pelos copos cheios de cerveja e pela primeira vez pode-se apreciar nas telas dos cinemas a festa das mil atrações. Por consequência das guerras e pela epidemia de cólera, a Oktoberfest deixou de realizar-se 25 vezes. De 1945 até hoje, aconteceu ininterruptamente. Atualmente, a Oktoberfest de Munique recebe anualmente um público de quase 10 milhões de pessoas. O consumo de cerveja chega a 7 milhões de litros.

maxresdefault

A Oktoberfest em Blumenau teve sua primeira edição em 1984 e logo demonstrou que seria um evento para entrar na história. Em apenas 10 dias de festa, 102 mil pessoas foram ao antigo Pavilhão A da Proeb, número que na ocasião representava mais da metade da população da cidade. O consumo de chope foi de quase um litro por pessoa. No ano seguinte, a festa despertou o interesse de comunidades vizinhas e de outras cidades do país. O evento passou então a ser realizado em dois pavilhões. O sucesso da Oktoberfest consolidou-se na terceira edição, e tornou-se necessário a construção de mais um pavilhão e a utilização do ginásio de esportes Sebastião da Cruz – o Galegão – para abrigar os turistas vindos de várias partes do Brasil, principalmente da região Sudeste, e também de países vizinhos. O evento acabou fazendo de Blumenau o principal destino turístico de Santa Catarina no mês de outubro, mas, para quem não sabe, a Oktoberfest não é só cerveja. É folclore, memória e tradição. Durante 19 dias de festa os blumenauenses mostram para todo o Brasil a sua riqueza cultural, revelada pelo amor à música, à dança e à gastronomia típica, que preservam os costumes dos antepassados vindos da Alemanha para formar colônias na região Sul. A cultura germânica o turista confere pela qualidade da festa, dos serviços oferecidos, através de sociedades esportivas, recreativas e culturais, dos clubes de caça e tiro e dos grupos de danças folclóricas. Todos eles dão um colorido especial ao evento, nas apresentações, nos desfiles pelo centro da cidade e nos pavilhões da festa por onde circulam, animando os turistas e ostentando, orgulhosos, os seus trajes típicos. É por essa característica que a festa blumenauense, versão consagrada da Oktoberfest de Munique, transformou-se, a partir de 1988, numa promoção que reúne mais de 600 mil pessoas por ano. E foi, também, a partir dela que outras festas surgiram em Santa Catarina, tendo a promoção de Blumenau como carro-chefe, fato que acabou por tornar o território catarinense no caminho preferido dos turistas no mês de outubro.

blumenau

oktoberfest-blumenau

Enfim, a gente respira a cultura alemã e se diverte a bessa. Não tomo chopp e nem cerveja, tomei chopp de vinho e amei! Ai gente, é muito incrível. E o melhor de tudo: A Vírus viagens tem um pacote para vocês!!

IMG_4071

Eu quero muito ir esse ano, já estou me organizando. Vamos?

Hey meus amores,

Sempre tento dar o máximo de dicas de viagens para vocês né? A Vírus viagens tem milhões de opções e destinos para você, de acordo com sua necessidade e seu bolso. Mas hoje, quis postar uma super dica.. Gramado! Aliás, quem não é louco para conhecer e quem não é louco para voltar? Já fui e já estou ensaiando uma volta nessa cidade tão linda. Nossa suíça brasileira! Um pouco da Europa no Brasil, do clima delicioso, das ruas lindas e cheias de belezas naturais.

Fui quando tinha 15 anos, bem nova, mas nunca esqueci o que vivi naquela cidade. Ai gente, é uma deliciaaa.. seja para curtir com os amigos, com seu amor ou com sua familia. A cidade tem mil opções para você escolher sua programação preferida. E a Vírus viagem tá vendo o aéreo + hotel (inclusive, um dos melhores hoteis de Gramado) e a programação vai vender separado, você pode solicitar de acordo com o que quer fazer.

Como minhas fotos em Gramado são super antigas e feias, haha. Vou postar as fotos da minha irmã, que acabou de chegar de lá.

carol gramado carol gramado2 carol gramado3 juju e carol

 

O pacote da Vírus Viagens:

IMG_2458

Boa viagem, meus amores.

Aproveitem a oportunidade.

Sempre ouvi falar no Uber, mas nunca tinha usado o app. Resolvi testar, essa semana passada em SP. Antes de falar sobre o app vou dizer que peguei um taxi comum de Guarulhos para Paraíso e foi 132 reais! Com o Uber, paguei o mesmo destino 53 reais, em um carro padrão alto, ar condicionado, motorista simpático e elegante, água, confeitos, perguntou o que queria escutar e ofereceu cabo auxiliar para ligar o som do meu celular. Dai, já ganhou meu coração total né? Sou fã de atenção e de qualidade de serviço e isso, o Uber tem.

Agora, vou explicar o que é e como funciona. O UBER é um aplicativo de celular que conecta uma pessoa a um motorista particular. Digamos que você precisa ir até o trabalho, por exemplo. Pede um carro do mesmo jeito que faria com um aplicativo de táxi. O serviço utiliza um programa que funciona como central de atendimento para enviar o motorista profissional mais próximo até o seu local. Não pense que isso é algum tipo de serviço de lotada ou táxi comum – o Uber enviará um confortável carro preto executivo. Você ainda pode escolher a categoria do carro que quer, ex: Uber Black é o mais top, um pouco mais caro, mas os carros são mais chiques.. vamos dizer assim. Escolhi a categoria intermediária, e veio um Honda City novinho, achei mais que suficiente!

Para solicitar e participar do Uber, é super facil. Instale o app: UBER, cadastre-se. Ao se cadastrar, faça login:

uber

Depois de logado.  Escolha o tipo de carro. Existem até cinco opções de tipos de carro, dependendo da cidade em que você está. Use o seletor na parte de baixo do aplicativo para configurar sua preferência de veículo. Os cinco tipos disponíveis são:

  • BLACK – Este é o serviço original do Uber. Você será atendido por um sedã de alto nível, com capacidade para até 4 pessoas.
  • TAXI – Esta opção solicitará um táxi que tem um acordo com o Uber. Esses táxis são idênticos a táxis comuns, mas o pagamento é feito pelo aplicativo.
  • UberX – Esta opção solicitará um carro comum, com capacidade para até quatro pessoas. É a opção econômica do Uber.
  • SUV – Está opção enviará um SUV (utilitário esportivo) ao seu local, com capacidade para até 6 pessoas. Esse serviço é significantemente mais caro que o Black Car.
  • LUX – Esta opção enviará um carro de luxo ao seu local com capacidade para até quatro pessoas. Este é o serviço mais caro do Uber.

Em SP tinha opção de BLACK, UBER X.

670px-Use-Uber-Step-7-Version-2

Marque o seu local. Uma vez escolhido o tipo de veículo, marque sua posição no mapa. O marcador representa onde o motorista irá pegar você. Você pode digitar manualmente o local de encontro. Uma vez que o local esteja marcado, clique no botão “Definir Local de Partida”. O Uber também pode encontrar sua localização a partir do GPS de seu celular.

  • Você deverá confirmar sua escolha na tela seguinte.
  • Você verá a opção de pagar com o cartão de crédito cadastrado na sua conta. Esta opção é selecionada automaticamente.

670px-Use-Uber-Step-8-Version-2

Espere seu motorista. Você será informado do tempo estimado para a chegada do carro. Se não havia nenhum carro disponível, tente de novo em alguns minutos, já que algum motorista pode ter deixado seus passageiros e ficado livre.

  • O aplicativo irá fornecer-lhe o telefone de seu motorista. Você pode usá-lo para fazer contato com o motorista se tiver alguma consideração especial a fazer.
  • Se você precisar cancelar o pedido, será cobrada uma taxa de R$ 10 se você cancelar depois de cinco minutos.
  • Tempos de atendimento variam de acordo com a cidade, horário e quantidade de clientes.

670px-Use-Uber-Step-9-Version-2

Conheça os preços. As tarifas do Uber são baseadas em uma combinação de tempo e distância e o tipo de veículo. O UberX, por exemplo, cobra R$ 1,43 o quilômetro rodado e R$ 0,35 o minuto. Você também terá que pagar uma tarifa base, que varia com o local. No Brasil, a bandeirada do UberX custa R$ 3,00 [1].

  • Estas regras não se aplicam ao serviço Taxi. Neste caso, as tarifas são definidas pelas empresas de táxi.
  • As tarifas variam para cada cidade, então confira o site do Uber para saber as tarifas do seu local. Todas as cidade têm uma tarifa mínima.

670px-Use-Uber-Step-10-Version-2

O bom é que você já fica sabendo quanto vai dar, mais ou menos, sua “viagem”. No meu caso, quando coloquei o destino inicial e final, apareceu que seria de 50 a 74 reais e foi 53, haha. Loveee demais por esse app.

IMG_1695

No Brasil, o Uber está disponível nas seguintes cidades:

  • Belo Horizonte
  • Brasília
  • Rio de Janeiro
  • São Paulo

Infelizmente não é em muuuitas cidades, mas já dá para nos salvar um pouco né? Fora do Brasil tem em quase todas!

Espero que tenham gostado da dica.

Beijos.