Não dispenso uma boa gastronomia por nada nesse mundo! Faço dieta, passo a semana dando duro na academia, infelizmente tenho muuuita tendência a engordar, mas acho que devemos viver sim. Claro que ninguém é para comer, beber ou fazer algo como se não houvesse amanhã. Sou super de acordo com dieta e um corpitxo do verão, mas em viagens.. vamos maneirar né? Podemos abrir uma exceçãozinha aqui. E eu abri!

Na minha estadia no Hotel Majestic em Natal (já contei no blog, em post anterior), muita gente falava para conhecer o restaurante francês: La Brasserie de La Mer. Ouvi muuuitas coisas positivas, desde do atendimento, a carta de vinhos, a comida em si e o ambiente.. enfim, com tantas afirmações boas, lógico que eu tinha que ir conhecer. E fui.

1

Fiz minha reserva para o sábado a noite, de cara.. fui super bem recebida quando cheguei. Fiquei apaixonada pela arquitetura do restaurante, assim como o hotel, uma arquitetura clássica e linda.

O chef Erick Jacquin é hoje um dos mais importantes chefes franceses em atividade no Brasil e ele quem comanda o restaurante. Sobre ele: “Erick propõe uma cozinha plena de sabores, exotismo e criatividade com as cores do Brasil. No Brasil desde 1994, em 1998, Erick Jacquin foi reconhecido e nomeado Maître Cuisinier de France – a mais alta honraria da Gastronomia Francesa. Erick foi o primeiro chef francês a receber esse título no Brasil e na América do Sul. Desde então, Erick Jacquin recebeu diversas premiações por publicações como a Veja SP, Caderno Paladar, Revista Gula, Guia da Folha e Guia Rodas,foi eleito Melhor Chef do Ano pelo júri da revista Veja São Paulo. Em 2005, Erick Jacquin foi novamente homenageado pelo governo francês, que lhe concedeu a insígnia Chevalier de l´Ordre du Mérite Agricole, entregue a pessoas de destaque no Brasil, que muito têm contribuído para a divulgação da França no país. Todos os pratos elaborados pelo chef fazem um convite imperdível para os que primam pelo bom gosto e buscam por um menu diferenciado. Pratos elaborados com o rigor de produtos 100% naturais e o requinte do chef Erick Jacquin.”

2

Agora vamos para minhas escolhas haha.

Para iniciar e acompanhar, pedi um vinho branco. Optei pelo “La Linda” que é um vinho que gosto do sabor, dá para beber com vários tipos de comida, sou apaixonada tanto pelo tinto como pelo branco.

4 5

De entrada escolhi a sugestão do chef que era: Petits crevettes de Natal aux épinards gratinée, ou seja, Camarões de Natal com espinafre gratinado. Uma delicia gente. Nem gosto de espinafre, mas amei!

6

Para o prato principal, escolhi cordeiro e minha amiga Crisany escolheu Filé. Quando fiz a reserva do restaurante, queria frutos do mar ou risoto, mas tinha comido no almoço.. então optei pela carne.

Meu prato: Agneau de 6 heures, puré de mandioquinha, ou seja, cordeiro de 6 horas guarnecido com purê de mandioquinha. Esse purê é de comer rezando, que coiiiisa perfeita!!

7 8 9

O de Cris: Fileté de boeuf à la crème de foie gras, pomme de terre écrasé – Filé mignon ao créme de foie gras e batata amassada. Ela disse que tava delicia também, haha.

10

Para finalizar, queriamos toooodas as sobremesas, no menu tem a opção: degustação de sobremesa, então.. nem pensamos duas vezes. Uma degustação da para duas pessoas educadas, hehe.

11 12 13 14

A música ambiente ficou por conta do piano, fiquei encantada. Estou ansiosa para voltar e passar mais tempos tomando vinho e provando essas comidas maravilhosas.

Avaliação Geral: É um restaurante excelente, com toda certeza do mundo eu voltarei. Não é um restaurante barato, mas é um restaurante que vale a pena. Os prato são realmente individuais.

Endereço:

La Brasserie de La Mer
Av. Eng. Roberto Freire – Ponta Negra
+55 84 3642-7007

Quem me acompanha no insta (segue lá @karenpraxedes) viu que fiquei hospedada em um local diferente nesse final de semana na capital potiguar. A convite do hotel Majestic, ficamos em um hotel M A R A V I L H O S O, em Ponta Negra, uma das praias mais lindas e mais conhecida de Natal. Inclusive.. nosso quartinho tinha uma vista mara para o famoso Morro do Careca (tem fotos mais embaixo).

Cheguei em Natal na sexta a noite, super tardãão mesmo. Fui super bem recebida na hora do check in pela querida Raquel. Além de ser suuuper simpática, é super atenciosa e um doce. Não tem nada melhor do que ser bem recebida e bem tratada né? Então de cara já amei o hotel pelo atendimento maravilhoso desde da hora que desci do carro até o check out.

Sobre o Hotel: Ele é tudo de lindo! Quando entramos na recepção já vivenciamos uma época provençal com todo luxo e beleza atual. Senti-me em Paris, no castelo lindo e moderno haha. Resumindo:  é uma mescla de sofisticação, arte e hospedagem.

O Hotel tem um restaurante francês maravilhoso (vou fazer post separado porque ele merece haha), jantei lá no sábado.

1 1be5432a32cf7754c2dfba36b3d4d844 1cb1a19bae151903e97df0058bf7fca1 2

 

Quando cheguei no quarto, queria passar os 3 dias ali dentro. Além de ser super lindo, tem um conforto sem igual, as camas são grandes e espaçosas. O quarto segue toda proposta provençal do hotel, com peças importadas da Espanha, Itália e França.

Meu quarto:

1 2 3 4 5 6 7 8

 

Avaliação Geral: 

O Hotel é lindo, bem localizado, suuuper confortável, a comida é uma delicia, o café-da-manhã é bem completo, tem serviço de manobrista, lavanderia, Concierge 24h, wi-fi gratuito, academia, piscina e outras infinitaaaades de coisas!

 O que achei super legal é que o Majestic é o único hotel verde sustentável de Natal. Com um projeto elaborado para utilização máxima de serviços e proteção da natureza. O único prédio de Natal a utilizar em todos os locais, lâmpadas de LED que proporcionam economia de energia em torno de 85%.

Nota: 10! Aprovadíssimo. #karenindica.

9 10 11

 

Agradecer a Melina, pelo convite e atenção. Agradecer também a Raquel que me atendeu ao chegar no hotel, um amooor de pessoa. Obrigada a todos que me proporcionaram um final de semana maravilhoso. Foi ótimo!

BEST WESTERN PREMIER Majestic

Av. Eng. Roberto Freire, 8860
CEP: 59.090-000
Ponta NegraNatal/RN Brasil

Se vamos falar sobre Santiago, vou começar com o assunto mais perguntado de todos: Cordilheiras dos Andes, Valle Nevado, El Colorado e demais centros de esquis.

Antes de qualquer coisa, nunca esquiei e não tenho roupa de esqui e de neve. Quando estava perto da viagem fui buscar informações sobre e como me ajudou, estou aqui dividindo com vocês. Passear na neve, esquiar, ou qualquer outra coisa que vai ter contato com a neve é preciso de roupas adequadas para isso. Pisou na neve: molha! Então.. Nada de couro, de malha ou outro tecido que vá molhar, tem que ser roupa impermeável. Como disse: não tenho roupa de esqui e também não tinha intenção de comprar, sabe-se lá quando vou novamente né? Então aluguei!

Todos as empresas nas quais levam para os centros de esquis fazem uma parada  antes em uma loja para alugar roupa. Sobre os preços: A roupa completa com calça, bota, casaco, luva, gorro e toca sai por 41 mil pesos, o equivalente a 164 reais.. por ai. Eu aluguei só a bota, que foi 7 mil pesos, ou seja 28 reais, mas minha mãe alugou tudo! Exagerada mesmo.

Por que não aluguei tudo: Não ia esquiar, não ia bolar na neve, o máximo que fiz foi tirar umas fotos na neve, como era coisa rápida, não deu tempo de molhar. Optei somente pela bota, pois como estaria em contato com a neve no chão, podia danificar minha bota de couro. A luva e toca de cabelo, eu tinha e levei de casa. Como não aluguei calça, casaco e etc.. Usei calça térmica, outra calça de malha em cima, blusa térmica, blusa normal, sobreposição de lã e um casaco de pele. Não senti FRIIIIIIIIIIO de morrer não, fiquei super bem e só senti frio nas mãos (quando estava sem luva) e no rosto (já que o vento gelado batia).

Depois de alugar as roupas, hora de subir. Dica: Comprem agua, chocolate e levem remédio para enjoou. São 60 curvas e muuuita gente sente tontura e enjoou. Ao lado da loja de aluguel, tem sempre conveniência.

1

O percurso até as Cordilheiras dura cerca de 1hr, de ônibus. Nossa primeira parada foi no Valle Nevado.

No caminho:

2 3

 

Onde comprei o passeio: Comprei na CVC, aqui em Mossoró. Porém, é super fácil de comprar pelo Chile. No Mercado Central vende todos os passeios possíveis e inimagináveis, não achei caro, achei preço normal. Também tenho contato de um Brasileiro, gente booa, que trabalha com isso e mora no Chile. O marcos: 56 9 8443-9291 (o número é whats, então.. é só chamar lá que ele responde). Como ele é brasileiro, fala português, fica super mais fácil e vocês vão aprender muito mais.

Valle Nevado: É a estação de esqui mais famosa de todas e a mais linda também, no meu ponto de vista. Por lá tem hotéis e resorts lindoos.. Para quem quer esquiar essa estação é mais para profissionais por ser muito íngreme.

4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14

Farellones: Não conhecemos bem essa estação, nossa parada aqui para almoçar, e que comida delicia. Amei o restaurante que paramos, foi no resto do Hotel das Cordilheiras.

15 16 17 18

 El Colorado: é a estação de esqui intermediária. Uma boa opção para começar a aprender a esquiar, mas se quiser só curtir o visual, lá há um teleférico que te deixa no alto da montanha, com uma linda vista.

19 20 21 22 23

 

Sobre temporada de neve: Muita gente me perguntou até quando tinha neve. As maiores chances são de junho a setembro, porém.. Talvez em setembro você já não consiga ter a montanha toda branquinha. Por exemplo, fui semana passada, tinha neve, mas em alguns pontos já dava para ver o marrom do morro. Então acho que para não ter perigo de chegar lá e não ter neve, até o começo de setembro seria uma boa.

PS: Em todas as estações tem café e restaurante, porém.. é mais caro do que em Santiago. Quem quiser economizar, leve um “salve” de lanchinho.

Sites oficiais:

Valle Nevado: http://www.vallenevado.com/pt/

El Colorado: http://www.elcolorado-centroski.com/

Farellones: http://www.farelloneschile.cl/

Nosso post de Parrí subindo, tenho tantoooooos haha. Que alegria tá escrevendo sobre essa cidade M A R A V I L H O S A. Primeiro, já libero a primeira dica: Todo mundo que quer um destino e tem dúvida, precisa escolher Paris como primeira opção. Não foi a minha primeira opção, pois antes de Paris já conheci várias cidades e países, não me arrependo pois tive a oportunidade de completar todos e ir sim a Paris, porém.. se existe somente uma oportunidade, vá para lá.

Chegamos em Paris sexta, por coincidência ou não, foi exatamente no dia de comemorar o dia dos namorados por lá, Valentine’s Day. Ps: Chegamos que eu digo é porque eu fui com namorado, na epoca eu namorava :). Então, Paris não poderia estar mais linda e mais romântica, dia dos namorados + namorados + Paris: Combo!

Como vinhamos de Madrid, Espanha, nosso voo chegou pelo Aeroporto ORLY, não é o maior de Paris, mas é o mais próximo. A gente viajava com pouca bagagem, uma mala tamanho normal para cada e com rodinhas 360graus que favorece muuito, então encaramos o metrô. (Depois conto porque amo tanto metrô e porque sempre escolho eles para transitar pela city).

A dica para quem vai pegar o metrô: A primeira parte da viagem é feita no monotrilho moderninho Orlyval, que leva até a estação Antony, onde você pega a linha B do trem suburbano RER. A viagem leva 8 minutos no Orlyval + meia hora a 40 minutos de RER, dependendo de onde você parar. Você pode descer em Denfert-Rochereau (conexão com linhas 4 e 6 do metrô), Port-royal, Luxembourg, St.-Michel-Notre-Dame (linhas 4 e 10), Châtelet-Les Halles (linhas 1, 4, 7, 11 e 14) e na Gare du Nord  (linhas 2, 4 e 5). A passagem Orlyval + RER custa 11,35 euros. O bilhete do RER dá direito a continuar de metrô. Aprendeu?

Descemos na estação da Galeria Laffaete, nosso hotel era na mesma rua da Galeria e do metrô, super pertinho, e super bem localizado, perceberam né? Em breve faço post sobre o hotel. Chegando no hotel fizemos check-in, tomamos banho, e caimos na noite linda de Paris. Linda e romântica.

Não traçamos um roteiro, não escolhemos previamente os lugares nem o que queriamos fazer, tinhamos 5 dias nossos. Então, para que estresse né?

Na nossa super noite romântica foi quase impossivel conseguir um restaurante para jantar, tudo super lotado. Então decidimos esperar mais para o fim da noite, enquanto isso passeamos por Paris e pela roda gigante também. Ps: Na Praça da Concorde foi instalada uma roda gigante super linda, com a vista então.. sem comentários. Quem ia pensar duas vezes em subir até o topo e passear pela roda gigante? Ninguém né? Quer algo mais romântico que isso? Fomos! Amamos, queriamos bis. O passeio custou 10 euros por pessoa e uma recordação para vida toda. A vista lá de cima é sem noção de tão linda. De um lado: Torre Eiffel, Arco do Triumfo, do outro lado, Museu do Louvre. Tudo iluminado e lindo.

1 2 3 4

 

O metro de Paris funciona das 06h00min às 00h30min. As sextas-feiras e sábados, até 02:15 da manhã.

Então, esse foi o primeiro dia em Paris. Em breve mais informações sobre Paris e mais diário de viagem.

Coming soon.

Com a chegada do mês de Julho, nada mais democrático do que dicas de viagens para vocês. Como já fiz vários posts com diário de viagem e etc.. hoje vou dar dicas da tão famosa Baratona Carioca. Diferente aqui da cidade, a baratona carioca começa super cedo e termina só de manhã. Para quem ainda não sabe: baratona significa maratona, o “B” é remetente a Bares, por isso.. “B”aratona.

Em Maio fui para o Rio, participar do Fashion Rio e, claro, Baratona Carioca era indispensável. Meu roteiro foi mais ou menos assim:

Jantei no Antiquarius, Leblon. Inclusive, to devendo post sobre esse restaurante para vocês (em breve), e de lá.. passadinha no Bar do Lado.

Bar do Lado: Famoso pelo seu chopp único e exclusivo de tangerina (sério, tem que ir provar, delicia). Super bem localizado e com ambiente bem aconchegante. Com decoração contemporânea e ambiente com música lounge, o bar localizado na varanda do Hotel Marina All Suites é para quem gosta de beliscar. Segundo a própria casa, as principais sugestões são petisquinhos como mix de entradas composé do lado ou as variadas bruschettas do lado. Sobre o famoso “chop de tangerina” é composto caipivodca com shochu, aguardente japonesa, que aditiva a mistura de tangerina com kiwi, mel e entre outras combinações. Não lembro muito o preço, mas acho que o chop era na faixa de 18 reais. (Em maio era 18, em julho 21. haha)

1 2 3

 

Bar da Devassa é mais uma opção de entretenimento noturno na região. Conta com comidinhas e cervejas próprias, clássicas das outras unidades, além do serviço de almoço. Parar beber, o destaque são as cinco versões de cerveja: loura, índia, ruiva, negra e sarará. Para comer, diversos petiscos, como o clássico Combinado Devassa (bolinhos de bacalhau, croquetes de carne apimentados, mandioca frita, carne seca acebolada, linguiça flambada na cachaça e manteiga de garrafa).  Para quem gosta da cerveja, super indico.

4 5

Belmonte – “O boteco dos botecos” : chopp gelaaaado, com pastéis deliciosos de vários sabores diferentes. Tem vários Belmontes, todos são excelentes. Não bebo chopp, então sempre fico em outros drinks.

6

Jobi – tradição fenomenal, fica no quarteirão do agito no Leblon! É pequenininho, então a galera fica de pé na calçada, que vira “point”. A carne-seca desfiada com cebola, salsa e farofa e a carne-de-sol com aipim são as boas pedidas. A caipifruta de lá é deliciosa e o ambiente é perfeito! A noite, para mim, termina no Jobí, a turma estende até altaaaaaas horas!! Famoso a gente se encontra por lá.

7 8 9 10

Se bater a fome lá para as 4 da matina, a Pizzaria Guanabara está aberta e é na outra esquina do Jobi. A pizza de lá não existe, deliciiiia!

Então essa foi minha baratona, quando estava no Rio. Vou voltar dia 17 e trago mais novidades para vocês.

Beijos.

Um assunto bem comum é onde se hospedar em NY. É bem dificil decidir sobre, até porque os hotéis de NY são super caros e alguns além de caros são bem veeeeeelhos, oh my god!

Isso foi uma dúvida que tivemos durante as decisões pré viagem (quem me acompanha sabe que em Novembro do ano passado passei uns dias nessa cidade maravilhosa), como to meio por dentro do assunto porque pesquisei bastante, fiz a seleção de alguns hotéis maravilhosos para vocês. Como o dólar tá algo absurdo, vou colocar opções mais em conta e outra opções mais salgadinhas, porém.. tem que ter né? Vamos lá?

Hilton New York:

Valor: 399, dólares.

Localização: 34 st.

1

 

Wellington Hotel: 

Valor: 337 dólares.

Localização: 7º Avenida.

2

 

Hudson Hotel:

Valor: 420 Dólares.

Localização: 536 west c 58fth.

3

 

Empire Hotel: 

Valor: 420 dólares.

Localização: 44 com a 63rd St.

4

 

The Waldorf Astória:

Valor: 466 dólares.

Localização:  Park Ave.

f16084ebc479826cdb864b11c96cf2b2

 

São 5 hotéis considerados excelentes pelas pessoas que se hospedam, a localização de todos também são muito boas. Cabe a vocês decidirem. Minha opção é o Waldorf Astoria, fiquei lá uma noite e adorei tudo.

Preços: Decolar e Hoteis.com

Beijos.

Não foi indicação e não é jabá, Domingo em BH é dificil de encontrar algo aberto, principalmente depois do último desfile do Minas Trend, ou seja, depois das 22horas. Acho que to exagerando, era o horário ou o dia? Não sei! Estávamos dentro do taxi, eu, o taxista e duas primas (minhas compas lindas dessa ed de Minas Trend e Fashion Rio, adorei a cia dela. Beijo para vocês Lu e Rê haha) em busca de algo aberto para comer e dai, bingo! Passamos em frente ao AA Wine Experience, não pensamos duas vezes, pagamos o táxi e descemos! Da escada de entrada a sobremesa, o restaurante merece nota 1000. E como vocês sabem a blogger aqui é fãzoca de um bom vinho, bingo de novo. Porque o restaurante conta com a maior carta de vinho do Brasil, são mais de 5 mil opções para você escolher. Seja pela uva, terrier e etc.. Lá você vai achar, com certeza, o vinho que você gosta, ou até se arriscar a provar um novo, que tal?

1 2 3

Outro ponto super positivo é que o restaurante é super lindo e aconchegante, tem poltronas ou mesas normais, você escolhe se quer sentar nas cadeiras e sofás super confortáveis. Chegamos com fome, fato! Então antes de pedir qualquer vinho, escolhemos um salmão. Além dos pratos “montados” ainda tem a opção das carnes serem escolhidas pelas gramas e você montar com seus acompanhamentos preferidos. Demais! E foi assim que escolhemos. Não foi combinado, mas nós 3 optamos pelo salmão.

Minha escolha foi o salmão acompanhado do arroz com brócolis, precisava manter o projeto karen slim haha. Tava uma delicia gente, sério. The best salmon.

371a6c1886d92cd2377e44c30131b046

A Rê escolheu salmão acompanhado com arroz siciliano com limão, tava uma pecado de tão maravilhoso:

324b0744b405aab6faf84ac3add999a9

Meu cel descarregou e câmera tava no hotel, então não fiz todas as fotos que queria, sorry babys 🙁

Gente, para ser sincera não lembro bem os preços. Mas lembro que paguei 90reais e pouco pelo jantar e água, fora o vinho e sobremesa.

Vale super a pena a visita, tudo impecável.

Eu sempre tento fazer posts com dicas de restaurantes e etc, porque quando preciso eu jogo no google e blog e acho indicações e informações sobre o local. Então espero que gostem.

Beijão.

Endereço: Rua Curitiba, 2102  – Lourdes – Belo Horizonte/MG

Telefone:        031 2512-0942        aawineexperience.com.br

Estou bem leeeeenta com os posts da viagem né? Mas é porque tenho tanta informação bacana que quero fazer um daqueles posts imeeeeenso e super completo. Para adiantar, ia fazer o post só do look, mas aproveite para falar logo sobre o passeio do Museu do Louvre, em Paris.

p pp

Muita gente pergunta se fale a pena ou não ir, eu digo: vá! Se você gosta um pouco das antiguidades do egito, da familia real e de obras, é uma ótima pedida. Confesso a vocês que meu interesse não foi na Monalisa, mas sim na parte antiga do egito e em ver os objetos, coroas e etc de Napoleão Bonaparte.

A primeira dica que dou: Compre o ingresso antes! Quem compra antes não pega fila para entrar no Museu. Quem não compra pega uma fila, sei neeeem descrever. Outra dica que dou é alugar a escuta, para você entender tudo melhor.

Ele consegue trajetar nossa rota, e quando paramos em frente a uma escultura, quadro e etc.. Fala como chegou até ali e o que é. É super super super recomendado. O passeio é outra coisa e você descobre muuuuuita coisa interessante.

Infelizmente ele não tá disponível no nosso idioma. Tive que pegar o Inglês, mas também tem Espanhol, Italiano, Francês, entre outros.

ppp ppppp

Coleções:

Antiguidades Egipcias: Instalado na Ala Denon e em salas do Cour Carré, a coleção inclui arte, papiros, múmias, amuletos, vestuário, joalheria, instrumentos musicais, jogos, armas. Dentre as peças mais interessantes estão o famoso Escriba sentado, uma faca de pedra e marfim de Gebel-el Arak com punho decorado com cenas de guerra e de caça, a Estela do Rei Serpente, a cabeça do rei Djedefre, a estátua de Amenemhatankh, o Portador de oferendas, o busto de Aquenáton, e a estátua da deusaHator, além de sarcófagos ricamente pintados, frascos para cosméticos e objetos votivos.

1 2 3 4 5

 Antiguidades do Oriente Próximo: Este departamento se concentra na história e arte do Oriente Próximo desde as primeiras civilizações até antes da presença muçulmana na região, e seu desenvolvimento acompanhou o desenvolvimento da arqueologia oriental na França.

Arte Grega, Romano, Etruca: Sua coleção inclui peças de toda a região do Mediterrâneo desde oNeolítico até o Helenismo, passando pela Civilização Cicládica e a cultura cipriota. Uma das parte que mais gosto, amo tudo referente a Grécia e Roma.

Artes Decorativas: Ameei essa ala. As peças são exibidas no primeiro pavimento da Ala Richelieu e na Galeria de Apolo. Dentre seus itens mais preciosos estão a coroa de Luís XV, o cetro de Carlos V, o bronzeNesso e Djanira de Giambologna, o Vaso Suger, a tapeçaria A caça de Maximiliano, a coleção de vasos de Sèvres da Madame de Pompadour e a decoração dos apartamentos de Napoleão III.

Pintura: Sua grande coleção de pinturas enfatiza a arte francesa, que compõe cerca de dois terços do total, mas as seções de pintura do norte da Europa e da Itália são extremamente significativas.  É na parte das Pinturas que vamos encontrar a Monalisa.

6

Além dessas coleções, também tem a parte das esculturas, que são liindas. Eu faria sim o passeio novamente e indico a vocês.

O custo é 12 euros. Horários: Aberto diariamente das 9 às 18h, exceto 3ª feira. Visitas noturnas até às 21:45h 3ª e 5ª. Fechado 1/1, 1/5 e 25/12. (Musée du Louvre, 75008, linhas de metrô 1 e 7 estação; Palais-Royal/ Musée du Louvre.

O look: Escolhi esse look para usar em Paris, não tinha um passeio destinado a ele. E também não sabia o que ia fazer nesse dia que usei. Se eu indico esse look para o Museu? NÃO! Como vocês devem imaginar, não tenho noção do tamanho daquele Museu, é imeeeenso, então você CANSA MUITO! Tava de saltinho, minha bota é SUPER confortável, mas foi muito tempo em pé e andando. Então indico tênis, sapatinho, rasteirinha, flat, o que for.

Outra dica, usei bolsa grande, porque também NÃO sabia que ia para o Museu nesse dia, ainda bem que ele tinha alça lateral, porém.. tem muito caso de furtos no Museu, as pessoas ficam distraídas olhando as pinturas, esculturas e deixam a bolsa de lado. Ai já sabe né? PREFIRA usar bolsas com zipers, que podem serem fechadas com segura. E para melhor comodismo, prefira bolsas carteira, pequenas e maneiras hehe.

Meu look:

Paris estava fria, muito vento e uma sensação térmica de matar. Passei um pouco de frio, mas amei a combinação do meu look e segurei ele até a noite.

Optei por uma uma jaquetinha militar, super linda e trend. Comprei com um preço mega especial na Marisa e adorei porque é uma peça super hit. Coloquei o lenço para proteger o pescoço e a calça off white para combinar. A botinha de franja era minha queridinha e você vão ver muito ela por aqui hehe.

look look1 look2 loook

Por baixo tava com blusa e calça térmica. Porque o frio não tava perdoando.

Look:

  • Jaqueta Militar: Marisa
  • Lenço: Comprei em lojinha no Marais, Paris.
  • Calça: Afghan
  • Bota: Arezzo
  • Bolsa: Prada
  • óculos: Burberry.

Espero que tenham gostado meus amores, qualquer dúvida você pode chamar aqui ou no nosso email:[email protected]

Beijos.