Não dispenso uma boa gastronomia por nada nesse mundo! Faço dieta, passo a semana dando duro na academia, infelizmente tenho muuuita tendência a engordar, mas acho que devemos viver sim. Claro que ninguém é para comer, beber ou fazer algo como se não houvesse amanhã. Sou super de acordo com dieta e um corpitxo do verão, mas em viagens.. vamos maneirar né? Podemos abrir uma exceçãozinha aqui. E eu abri!

Na minha estadia no Hotel Majestic em Natal (já contei no blog, em post anterior), muita gente falava para conhecer o restaurante francês: La Brasserie de La Mer. Ouvi muuuitas coisas positivas, desde do atendimento, a carta de vinhos, a comida em si e o ambiente.. enfim, com tantas afirmações boas, lógico que eu tinha que ir conhecer. E fui.

1

Fiz minha reserva para o sábado a noite, de cara.. fui super bem recebida quando cheguei. Fiquei apaixonada pela arquitetura do restaurante, assim como o hotel, uma arquitetura clássica e linda.

O chef Erick Jacquin é hoje um dos mais importantes chefes franceses em atividade no Brasil e ele quem comanda o restaurante. Sobre ele: “Erick propõe uma cozinha plena de sabores, exotismo e criatividade com as cores do Brasil. No Brasil desde 1994, em 1998, Erick Jacquin foi reconhecido e nomeado Maître Cuisinier de France – a mais alta honraria da Gastronomia Francesa. Erick foi o primeiro chef francês a receber esse título no Brasil e na América do Sul. Desde então, Erick Jacquin recebeu diversas premiações por publicações como a Veja SP, Caderno Paladar, Revista Gula, Guia da Folha e Guia Rodas,foi eleito Melhor Chef do Ano pelo júri da revista Veja São Paulo. Em 2005, Erick Jacquin foi novamente homenageado pelo governo francês, que lhe concedeu a insígnia Chevalier de l´Ordre du Mérite Agricole, entregue a pessoas de destaque no Brasil, que muito têm contribuído para a divulgação da França no país. Todos os pratos elaborados pelo chef fazem um convite imperdível para os que primam pelo bom gosto e buscam por um menu diferenciado. Pratos elaborados com o rigor de produtos 100% naturais e o requinte do chef Erick Jacquin.”

2

Agora vamos para minhas escolhas haha.

Para iniciar e acompanhar, pedi um vinho branco. Optei pelo “La Linda” que é um vinho que gosto do sabor, dá para beber com vários tipos de comida, sou apaixonada tanto pelo tinto como pelo branco.

4 5

De entrada escolhi a sugestão do chef que era: Petits crevettes de Natal aux épinards gratinée, ou seja, Camarões de Natal com espinafre gratinado. Uma delicia gente. Nem gosto de espinafre, mas amei!

6

Para o prato principal, escolhi cordeiro e minha amiga Crisany escolheu Filé. Quando fiz a reserva do restaurante, queria frutos do mar ou risoto, mas tinha comido no almoço.. então optei pela carne.

Meu prato: Agneau de 6 heures, puré de mandioquinha, ou seja, cordeiro de 6 horas guarnecido com purê de mandioquinha. Esse purê é de comer rezando, que coiiiisa perfeita!!

7 8 9

O de Cris: Fileté de boeuf à la crème de foie gras, pomme de terre écrasé – Filé mignon ao créme de foie gras e batata amassada. Ela disse que tava delicia também, haha.

10

Para finalizar, queriamos toooodas as sobremesas, no menu tem a opção: degustação de sobremesa, então.. nem pensamos duas vezes. Uma degustação da para duas pessoas educadas, hehe.

11 12 13 14

A música ambiente ficou por conta do piano, fiquei encantada. Estou ansiosa para voltar e passar mais tempos tomando vinho e provando essas comidas maravilhosas.

Avaliação Geral: É um restaurante excelente, com toda certeza do mundo eu voltarei. Não é um restaurante barato, mas é um restaurante que vale a pena. Os prato são realmente individuais.

Endereço:

La Brasserie de La Mer
Av. Eng. Roberto Freire – Ponta Negra
+55 84 3642-7007